AS VARIEDADES DA COLZA

Oleocolza_cores.png

RESULTADOS

INTRODUÇÃO

PARCELAS

A Oleocolza é um grupo operacional que pretende avaliar o impacto da produtividade de diferentes variedades de colza no Alentejo e Região do Ribatejo. Serão aqui apresentados os resultados obtidos, referentes à campanha de 2018/2019 e 2019/2020, dando maior enfâse às variedades com melhor produtividade e aos três parâmetros utilizados para a avaliação da qualidade da semente, que se irá traduzir numa bonificação ou prejuízo para o agricultor, na sua comercialização.

ELVAS

Herdade da Comenda

ELVAS

Estação de Melhoramento de Plantas do INIAV

ALMEIRIM

Quinta da Alorna

NOTA: De acordo com o ciclo, podem distinguir-se duas variedades: Inverno (Variedades mais longas, com sementeira no máximo até final de outubro. A colheita deverá ser realizada a partir de 01 de junho) e Primavera (Variedades com ciclos bastante mais curtos, com aproximadamente apenas 100 dias entre a plena emergência e a plena floração).

PRODUTIVIDADE 

Os resultados que aqui se apresentam são previsionais, e referem-se apenas aos ensaios realizados, em parcelas de ensaios, que resultaram em amostras que foram posteriormente analisadas. Não colocam por isso em causa a qualidade de todas as sementes gentilmente cedidas por muitas das marcas que operam no mercado.

 

Para o período de 2018/2019, a melhor variedade em termos de produção (kg ha-1) foi a variedade Implement, seguido da variedade Expression e da Decibel CL. Os resultados encontram-se no Gráfico 1.

Produtividade das diferentes variedades 2018/2019 (kg/ha)

grafico 1.png

2018/2019

Gráfico 1 - Produtividade das diferentes variedades nos três campos de ensaio de adaptação do INIAV, na campanha 2018/2019, em kg ha-1
 

Já referente à campanha 2019/2020, os resultados alteram-se um pouco. A variedade mais produtiva neste período foi a Decibel CL, sendo seguida pela Expression e em 3º lugar pela Implemment, cujos resultados se encontram no Gráfico 2.

Produtividade das diferentes variedades 2019/2020 (kg/ha)

grafico 2.png

2019/2020

Gráfico 2 - Produtividade das diferentes variedades nos três campos de ensaio de adaptação do INIAV, na campanha 2019/2020, em kg ha-1
 

É possível observar-se que, embora haja resultados variáveis das campanhas, destacam-se 3 variedade: Expression, Implement CL e Decibel CL.

QUALIDADE

Os três parâmetros mais importantes para avaliação da qualidade da semente são:

1|

HUMIDADE

2|

TEOR DE GORDURA

3|

TEOR DE IMPUREZAS

Dependente da conjugação destes parâmetros, está o preço pago pela semente de colza, independentemente de haver ou não uma bonificação no preço pago ao agricultor. 

 

Para se poder interpretar os resultados seguintes, relativamente à resistência ao herbicida pós-emergência Cleranda, subdividiram-se as variedades em dois tipos: variedades Clearfield© e tradicionais. O Cleranda é um herbicida residual pós-emergência indicado para o controlo de gramíneas e dicotiledóneas (generalidade das infestantes) em colza Clearfield©. 

Tradicionais – não permitem a aplicação de Cleranda de pós-emergência. Será necessário fazer um herbicida pré-emergente. Estas variedades têm menos soluções em termos de herbicidas. 

 

Clearfield – permitem a aplicação do herbicida pós-emergência Cleranda. Como é aplicado na fase de pós-emergência, já existe uma população definida, pelo que, é eliminado um possível insucesso na emergência. 

No Gráfico 3, podemos analisar as variedades Clearfield©, no qual se destacam várias variedades com percentagens elevadas na bonificação tanto em Elvas como na Comenda. Isto deve-se, principalmente, ao baixo teor de humidade e impurezas das sementes. Quanto a Almeirim, é possível observar que o prejuízo é anormalmente elevado em todas as variedades, o que nos indica que o problema poderá ser da parcela em questão, e não da qualidade das sementes.

Percentagem média de bonificação de acordo com as variedades Clearfield©

CLEARFIELD©

gráfico variedades.png

Gráfico 3 -Percentagem de Bonificação de cada variedade (variedades Clearfiled©) de colza em cada local de amostragem. (Fonte: Sovena)

No gráfico 4 podemos encontrar os resultados (%) da bonificação paga ao agricultor, pelas sementes tradicionais. É possível observar que a bonificação das variedades tradicionais é inferior aos valores para as variedades Clearfield©. Contudo, destaca-se a variedade Expression em dois dos locais de estudo, Elvas e Comenda. À semelhança do que se observou no Gráfico 3, também no Gráfico 4 Almeirim regista resultados inferiores em todas as variedades.

Percentagem média de bonificação de acordo com as variedades tradicionais

TRADICIONAIS

gráfico tradicional.png

Gráfico 4 -Percentagem de Bonificação de cada variedade (variedades tradicionais) de colza em cada local de amostragem. (Fonte: Sovena)